PUBLICIDADE

Relacionamento

Você só vai superar o fim da relação se entender os ciclos da vida: psicóloga explica

Apesar de ser mais comum no mundo atual que há alguns anos atrás, separações afetivas ainda causam muitos medos e dúvidas na grande maioria das pessoas. Para a psicoterapeuta Maura de Albanesi, nossa sociedade ainda tem muita dificuldade de se desapegar. "Mas não há motivo para desespero, porque quando há separação, na sequência, vem uma coisa nova, que pode ter sido planejada ou não", acrescenta.

Perceber os ciclos da vida
De acordo com a especialista, a fase de separação vem quase sempre acompanhada de dor, o que às vezes coloca as pessoas em um caminho muito tortuoso. Qualquer situação que assinala que chegou a hora de uma separação assusta.

Para lidar com essa angústia, a especialista sugere ser necessário entender a separação como o fim de algo para dar força para iniciar uma etapa nova. "É necessário enfrentar o que você está finalizando, afirmando a si mesmo que ‘agora não é mais preciso, você vai viver de outra forma’”, afirma.

A compreensão desta etapa pode ser libertária se houver o controle das emoções e um reconhecimento de tudo o que se viveu de bom no período que se encerra. "Quando a gente consegue perceber os ciclos da vida, vivemos com muito mais sabedoria", afirma.

Dessa forma, a psicoterapeuta explica que as coisas boas vividas antes da separação podem dar força para seguir em frente. "Ao olhar para trás há muito a agradecer. Veja o quanto já foi bom tudo que vocês já viveram e o quanto foi útil tudo isso. Ver por este prisma possibilita a essa pessoa se lançar para um novo caminho", finaliza.