PUBLICIDADE

Beleza

Por que você NÃO deve abafar a espinha depois de cutucá-la com a mão: o que fazer?

Ao longo do dia, tanto a poluição, o suor, como outros resíduos já vão fechando seus poros naturalmente. Muitas vezes, ainda acabam acumulando outros resíduos e microorganismos que podem agir como agentes infecciosos causando cravos e espinhas. Assim sendo, quando você já tem pretensão à acne ou uma erupção no rosto, o ideal é não abafá-la ainda mais para não piorar o quadro.

Deixe a lesão respirar para cicatrizar
Por esse motivo, qualquer tipo de cosmético pesado, como creme hidratante ou protetor solar à base de óleo, obstrui os poros e piora bastante o quadro de espinhas. Existe até um nome específico para este tipo de acne, a cosmética, que surge com o excesso de uso de cremes faciais, maquiagem e até condicionadores de cabelo.
Só use maquiagem sobre a espinha, caso seja imprescindível. Principalmente depois de apertá-la, também é importante aplicar qualquer tipo de produto com delicadeza, para não traumatizar ainda mais a área. O mesmo vale para pomadas antibióticas ou secativas de cicatrização: priorize aplicá-las em cima da ferida somente à noite e deixe a erupção "respirar" durante o dia, sem nada sobre ela. A pomada não deve ser aplicada o dia todo, porque o contato com o oxigênio é também importante para a cicatrização.
Se você é propensa a ter acne, se previna usando produtos de limpeza, toners, hidratantes e máscaras que contenham alguma substância ativa medicinalmente para o tratamento de suas erupções. Fale com o seu dermatologista para descobrir qual ingrediente ativo é melhor para o seu quadro.
O ideal é você aplicar um gel secativo sempre antes de dormir, após higienizar a pele. Produtos cosméticos secativos costumam conter em suas fórmulas ácido salicílico e extrato de benzoíla, duas substâncias que ajudam a espinha secar mais rápido, reduzindo o risco de lesão na pele já que matam as bactérias e tratam de dentro pra fora.