PUBLICIDADE

Saúde

Médico pneumologista orienta sobre apneia do sono

De acordo com dr. Marcelo Mansano, a Apneia Obstrutiva do Sono (AOS) é uma doença crônica, evolutiva, caracterizada pela obstrução parcial ou total das vias aéreas.

Por DA REDAÇÃO

Dormir é fundamental aos sistemas do corpo humano, que não funcionariam adequadamente sem passar por esse período e nem ficariam preparados para as funções do dia-a-dia.

O médico especialista Marcelo Mansano pontua que a qualidade do sono está diretamente relacionada ao bem-estar e à saúde de cada um de nós. Contudo, atualmente mais de 80 tipos de transtornos do sono já foram catalogados, entre eles apneia, um dos mais frequentes e que atinge cerca de 30% da população do Brasil.

De acordo com dr. Marcelo Mansano, a apneia, ou Apneia Obstrutiva do Sono (AOS), é uma doença crônica, evolutiva, caracterizada pela obstrução parcial ou total das vias aéreas, causando paradas repetidas e temporárias da respiração enquanto a pessoa dorme. A respiração cessa porque as vias aéreas se fecham, impedindo que o ar chegue até os pulmões.

A apneia pode ocorrer por vários fatores: pessoa acima do peso, o principal fator, aumento da adenoide e amígdalas, tamanho do queixo (grande ou pequeno), raça (mais prevalente em negros e orientais). Além disso, o médico explica que a apneia pode estar relacionada com o uso de alguns medicamentos e ingestão de bebida alcoólica, tabagismo, erros alimentares.

“Nem todo mundo que ronca tem apneia do sono. O ronco alto e persistente é apenas um dos sintomas da doença”, considera. Os sintomas comuns são sonolência excessiva diurna, dores de cabeça ao acordar, relatos de pausa na respiração e engasgos, sono que não descansa e sensação de fadiga, irritabilidade e falta de concentração. E ainda está associada ao aumento do risco de hipertensão, insuficiência e arritmia cardíacas, derrame e diabetes.

Ainda de acordo com dr. Marcelo Mansano, o diagnóstico médico é feito por meio de um exame chamado de polissonografia, que é o monitoramento do sono. “Exame simples indolor, durante uma noite de sono, que pode ser realizado na sua própria casa”, afirma. O exame clínico é indicado para que seja avaliada a condição do trato respiratório do paciente e deve ser feito por um médico com especialização na área.

SERVIÇO - Instituto do Pulmão e Sono fica na avenida José Bonifácio, 1384, Dracena. O telefone é (18) 3822-4223 / 3822-4242.