PUBLICIDADE

Beleza

Limpeza de pele: saiba como fazer

Um rigorosa rotina de higienização potencializa os efeitos dos produtos aplicados na sequência.

Células mortas acumuladas ou poros obstruídos formam uma barreira que impede a absorção integral de ingredientes ativos. Em outras palavras, de nada adianta investir em produtos de tratamento sofisticados se você não dá a devida atenção aos cuidados básicos com sua pele – a higiene.

“Quando está limpa, a pele consegue exercer bem todas as suas funções, como oxigenação e renovação celular, essenciais para um aspecto saudável”, diz a dermatologista Valéria Campos, de São Paulo. Além disso, os produtos aplicados agem em potência máxima. Para que a rotina facial diária seja eficaz, é preciso, antes de tudo, saber identificar o seu tipo de pele. Embora cada pessoa tenha maior propensão a um determinado padrão (oleoso, com acne, misto ou seco), estamos o tempo todo sob influência de fatores, internos e externos, capazes de alterar essa condição.

Desequilíbrios hormonais, medicamentos, stress e alimentação, assim como hábitos ligados ao estilo de vida, sol, poluição ou o uso equivocado de cosméticos (ou a própria falta de limpeza) são alguns exemplos. Portanto, esteja sempre atenta aos sinais e às atuais necessidades do seu rosto para escolher os produtos certos.

Spa em casa
Nada se compara a uma boa limpeza feita em clínicas de estética ou no consultório – principalmente para peles oleosas e acneicas, que pedem mais frequência e cuidados especiais na extração de comedões. Mas caprichar no tratamento caseiro pelo menos uma vez por semana não só prolonga o resultado profissional como evita o surgimento de outras inflamações. “Escovas faciais com cerdas macias removem as impurezas com mais eficácia e ajudam a eliminar células mortas”, afirma a esteticista Esmeralda Torres, treinadora da Mary Cohr, em São Paulo. Use com o sabonete, de manh ou à noite, fazendo movimentos circulares.

Dedique esse tempo também à aplicação de máscaras purificantes, com a de argila, capazes de desobstruir os poros, controla a oleosidade e evitar a proliferação de bactérias. Finalize com água revitalizante – sua pele agradece!

Dia após dia
Retirar a maquiagem, remover células mortas, limpar impurezas e retirar resíduos resistentes de óleo e de partículas de poluição são os papéis, respectivamente, de demaquilante, esfoliante, sabonete e tônico. saiba quais as melhores opções para o seu caso.

Oleosa ou acneica
Apresenta excesso de brilho, poros dilatados, cravos e acne em diferentes graus.
Comece com um demaquilante livre de óleo, como a água micelar. Depois lave com um sabonete líquido desincrustante, capaz de desobstruir os poros, com ativos como os ácidos salicílico e glicólico. Complete a limpeza com um tônico adstringente e esfolie (duas vezes por semana) com produtos suaves.

O uso de hidratantes não apenas não piora a oleosidade da pele como ajuda a controlá-la. Prefira versões bem fluidas ou em gel, com ativos seborreguladores (como o gluconato de zinco). Já a acneica pode precisar de fórmulas anti-inflamatórias, de ação bactericida. Consulte seu médico.

1 – Solução Micelar, Normaderm, Vichy, R$ 65
2 – Esfoliante Dermo Purifyer, Eucerin, R$ 51
3 – Sabonete Gel Desincrustante Effaclar, La Roche-Posay, R$ 32
4 – Tônico de Limpeza Facial Tea Tree, The Body Shop, R$ 47

Mista
Excesso de oleosidade na zona T (testa, nariz e queixo), com bochechas e extremidades mais secas.
Como a oleosidade é predominante, siga os mesmos cuidados da pele oleosa, com atenção especial à limpeza (e esfoliação) dos pontos mais críticos (zona T e laterais do nariz). Prefira produtos leves, como o gel, e substitua o tônico comum pela versão em loção, que evita o agravamento das áreas ressecadas.

Como inevitavelmente a limpeza da pele acaba removendo sua oleosidade (hidratação) natural, capriche nesse passo (principalmente nas áreas mais secas) com uma loção hidratante bem levinha. Na zona T, prefira produtos específicos para pele oleosa, como os indicados acima.

1 – Demaquilante Balm Take The Day Off, Clinique, R$ 179
2- Gel Esfoliante Deep Clean, Neutrogena, R$ 22
3 – Gel de Limpeza Sébium, Bioderma, R$ 29,50
4 – Loção de Limpeza Tonificante, Dior, R$ 199

Normal
Não apresenta nenhum desequilíbrio em relação a oleosidade ou ressecamento.
É o tipo mais equilibrado. Portanto, os produtos ideais são neutros. Boas pedidas: demaquilante em loção, nem muito fluido nem muito cremoso, e musse ou espuma de limpeza. “O tônico, por sua vez, não será sempre necessário”, diz a dermatologista Paula Chicralla, do Rio de Janeiro. Use versões suaves para limpezas mais pesadas.

“Como essa pele já é saudável, tudo o que você precisa é manter a hidratação natural”, diz Paula. Para isso, escolha fórmulas com capacidade de formar uma espécie de película protetora na pele (que retém a agua na pele por mais tempo), como glicerina, ácido hialurônico e vitamina E.

1 – Loção Demaquilante, Elke, R$ 28
2 – Esfoliante Químico, Mary Cohr, R$ 138
3 – Sabonete em Espuma Soft, Dermotivin, R$ 78
4 – Tônico Suavizante Hidratante, Mary Kay, R$ 72

Seca
Com baixa oleosidade, é opaca e às vezes provoca sensação de repuxamento. Pode haver descamação.
O déficit de óleo pede produtos de limpeza suave e com potencial hidratante. Evite sabonetes com detergentes na fórmula e prefira demaquilantes e tônicos cremosos, com ativos como óleo de semente de uva, que limpam sem agredir. Use um esfoliante cremoso ou apenas a escova facial.
Pelo menos uma vez por semana substitua o hidratante (com ureia, dimeticona e óleos vegetais, por exemplo) pela máscara. “Versões noturnas, de ação intensiva, são práticas e eficientes”, sugere Paula. Borrifar água termal ao longo do dia ajuda a amenizar quaisquer desconfortos de repuxamento.

1 – Loção Demaquilante, Nivea, R$ 20
2 – Creme Esfoliante Romã, Korres, R$ 38
3- Loção d Limpeza, Cetaphil, R$ 80
4 – Loção Tônica, Nuxe, R$ 90