PUBLICIDADE

Beleza

Depilação de sobrancelhas: 3 mitos e verdades esclarecidos

Quem acompanha as semanas de moda sabe que as sobrancelhas têm disputado espaço com as tendências de make e cabelo. Elas também estão no centro dos holofotes das marcas de beleza (são cada vez mais lançamentos!) e ganham atenção total em clínicas e franquias estéticas exclusivas para o cuidado delas. Tanto barulho tem motivo? Sim! É impressionante a harmonia que nosso rosto revela quando o desenho está alinhado e definido do jeito certo.

Mas, verdade seja dita, dá um certo trabalho deixar todos os fios no lugar! Por isso, esclarecemos as dúvidas sobre como depilar a região, separamos produtos que merecem espaço no seu nécessaire (tem até delineador) e descobrimos as técnicas que simulam mais pelos sem deixar o visual fake.

Mitos e verdades
Levantamos as questões mais polêmicas sobre a depilação das sobrancelhas – e especialistas dão o veredicto para você!

Cera deixa a pálpebra flácida?
MITO
Não existe estudo que relacione a flacidez das pálpebras com a cera. É o que garante Aline Vieira, dermatologista do Rio de Janeiro. O método, porém, pode causar outros problemas, como risco de queimadura, alergias e hiperpigmentação (algumas ceras naturais levam limão, e, no caso de exposição ao sol após a sessão, surgirão manchas).
Leia mais: Sobrancelha em formato de pena? Essa pode ser a próxima tendência

Laser no rosto é furada?
VERDADE
A pele da região é fina e bastante vascularizada. Mesmo sendo mais precisa e duradoura, a técnica é agressiva e deve ser descartada na área para evitar machucados. A dermatologista defende a boa e velha pinça como o método mais indicado porque “promove um trauma mínimo”.
Linha faz o fio demorar a nascer?

MITO
Ponto positivo: a linha tira até a penugem mais fininha do rosto. Mas se assemelha à cera e à pinça em relação ao tempo entre as sessões (o ciclo de crescimento vai de 15 a 20 dias nos três métodos).